Poesias

Teorias            

Teoria Geral Sobre a Imbecilidade Latente dos Filhos de Milionários, Bilionários e Primogênitos:

São milionários, mas não comem milho!

Comem mulheres como carnes mortas!

Não fazem gozar, não gozam!

Desconhecem a dualidade no ato sexual: razão para fazer elas gozarem, emoção para gozar!

Carecem de medalhas, troféus, diplomas, reconhecimento e aceitação!

Tomam café com torradas!

Comem bolos, servidos com gosto!

De si, o espelho!

Dos pais, o desgosto!

Dos avós, a morte,

Física, mental e o do que os seus antepassados construíram!

Dedicam-se a esportes, artes, teatros e cinemas de maquiagem!

Ou esportes ultra-radicais!

Tri-atletas, Ultra-atletas, Bi-atletas e Tetra-atletas...

Não se sentem livres, apesar da liberdade que a vida lhes ofereceu! 

São prisioneiros do déficit intelectual e cultural!

Tão omissos, quanto aves de metais!

Consomem modelos de doces!

Consomem doces modelos!

Consomem-se!

Escravos do vazio interior!

Vassalos do passado,

D’um Deus machista,

D’uma religiosidade latente,

D’uma mentalidade carente,

De carros, helicópteros, naves, astronaves, motos para argonautas de mármore!

Hell Angels de boutique!

Praticam Judô e Sexo e Karatê!

Curtem sua cara metade!

Curtem o que é belo!

Curtem curtiça curtida!

 

Vamos jogar as bóias!?!

 

Autor: Eduardo Gomes
Data: 19/02/2003


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com