Poesias

Confessionais            

Vida Errante!

Cansei-me amor de te substituir.

 

Cansei-me amor de fugir da voracidade de minha errante.

 

Se erro ou se acerto, graças a Deus é por ti.

 

Hoje enxergo tudo com clarividência, e não quero mais dissimular.

 

Não posso mais esconder o fato dos meus sentimentos.

 

Vou sofrer, vou chorar, vou fugir da tristeza mesquinha,

 

que se abate sobre minh’alma.

 

Mas sei que só vou sossegar,

 

quando cair no colo dos teus braços envolventes.

Autor: Eduardo Gomes
Data: 08/11/1999


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com