Poesias

Politizadas            

Tristeza Concreta

Tristeza Concreta

Febre abstrata

Um lugar no paraíso

Comprado com a morte de milhares...

 

Fruto das intolerâncias:

Econômica, em não matar a fome,

Religiosa, em não comungar,

Étnica, em não reproduzir,

Cultural, em não compreender...

 

Todos a mesma carne

Tolos a mesma sina

Filhos das mesmas fogueiras

Netos da mesma pré-história...

 

Porque tanta insanidade?

Porque tanta loucura?

Porque tanta desigualdade?

 

Febre de amargura

Sede de crueldade...

 

Mas...

 

Acredito num mundo melhor

Digno para todos

Sem exceções, sem excluídos,

Sem combalidos

Fruto da humanização

Fruto da socialização

Fruto da educação...

 

Autor: Eduardo Gomes
Data: 11/09/2002


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com