Poesias

Indo-americanos            

000.011 - Pequena Flor que Encanta!

Filha de Pedra que Rola!
Filha de Furtiva Lácrima!
Foi o grande amor platônico da vida de Touro Sentado!
Tiveram, em sonhos, uma filha!

Flor do Amor Eterno!
Filha à qual Pequena Flor que Encanta!
Afastou, ainda novinha, de Touro Sentado!
Ainda na pequenina infância, menos de dois anos ela tinha!

Uma punhalada, dilacerou-lhe o coração em sangue!
Não só pela perda do seu grande amor!
Mas, pelo distanciamento de sua pequenina Flor do Amor Eterno!

Touro Sentado, um grande guerreiro,
Surtou maculado, combalido, ferido! Chorou 7 dias e 7 noites!
Mas esta não seria a última punhalada de Pequena Flor que Encanta!

Autor: Eduardo Gomes
Data: 02/04/2005


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com