Poesias

Teorias            

Teoria da Relatividade do Ódio!

Amor contrariado, feiúra, amargura, cabelos crespos...
Pouca altura, baixa estatura, pinto mole, pinto pequeno, excesso de autocrítica e crítica...
Muito peso, ausência de poesia, excesso de prosa, prolixidade, evasividade...
Excessividade, velhice assexuada instintiva, genética, estética ou cultural...

Porra da velhice chegando! Rugas!
Porra da velhice instalada! Amarguras! Rejeição!

Burrice, ignorância, anti-sapiência, religiosidade in confusão, profecias messiânicas,
Evangelismos, brutalidade, drogas, monetariam in memoriam, mentiras digitais,
Verdades brutais (através do conhecimento podemos mudar nossos sentimentos),

Amnésia, consciência, erros do passado, covardia, falta de auto-aceitação, hipocondriaze,
Remedioze, júris imprudência, falta de amor-próprio, racismo, ideologismo, guetos, orgulho de ser,
vaidade extremada, exibicionismo extremado, calvície, traços grotescos, pele escura...

Neuroses sexuais, sociopatias, sexualidade contraditória coibida concatenada côncava convexa, traumas intensos imensos frutos de agressividades sofridas ou contrariadas...

Homossexualidade, bissexualidade masculina, seborréia, calvície, sadismo, masoquismo,

Um Corpo que Cai, medo da própria morte, recai num corpo que cai...

Nota: Através do conhecimento podemos mudar nossos sentimentos ou ao menos minorá-los? 

 

Autor: Eduardo Gomes
Data: 09/03/2003


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com