Poesias

Criando Filhos            

O Bom Filho, à Casa Volta!

Mães extremamente maternais e autoritárias!
Mães extremamente inteligentes!
Mães extremamente belas!

Pais extremamente carinhosos com as mães na frente dos filhos!
Pais extremamente carinhosos com outros filhos na frente de outros filhos!

Quando digo filhos, utilizo a convenção portuguesa de se colocar o plural no masculino que está perfeitamente correta!

O que se quer dizer de verdade é filhos e filhas ao mesmo tempo!

Mães envolventes, cativantes, simpáticas, carismáticas, empáticas, belas!
Mães que estimulam a autoconfiança dos filhos!
Mães que preparam os pratos de comida dos filhos!
Mães que amam demais os pais dos seus filhos e demonstram isto constantemente na frente dos filhos!
Mães extremamente presentes na vida dos seus filhos!

Pais autoritários com os seus filhos, promovendo mercadologicamente a formação moral, ética e o caráter de civilidade de seus filhos!
Pais de voz grossa que imponha medo e respeito!
Pais sempre ensinando aos seus filhos o que é certo e o que é errado!
Pais sempre repreendendo seus filhos na hora correta!
Pais de vez em quando dando presentes e dinheiro!

A mãe a pessoa mais carinhosa e amada de toda a vida de qualquer ser humano! A referência, o aconchego, o ombro para o pranto das lágrimas!

O pais, o pior inimigo oculto no bom sentido da palavra, forjando cartezianamente o caráter algébrico e combativo de seu filho ou filha!

Estas estratégias potencializam o desenvolvimento intelectual dos seus filhos!

Potencializam a sociedade democrática, minoram os níveis insadios de competitividade entre pais, mães, irmãos, irmãs.

No trato de irmãos, as mães e os pais devem ser mais condescendentes com os filhos mais carentes em detrimento dos filhos mais arredios.

Isto produz equilíbrio nos sentimentos de igualdade e afeto entre irmãos que se tornarão mais amáveis mas com os outros abandonando as prerrogativas da competitividade, no que diz respeito aos recursos ambientais e aos axiomas reprodutivos.

Os filhos mais arredios devem ser protegidos de fenômenos físicos e intempéries da natureza e função de sua ânsia inata por aventuras, desbravamentos, riscos, superações, vitórias e etc...

A empregada doméstica do filho arredio deve ser linda, gostosa e os pais devem fazer olhar de mercador ( vejam também as características nas mães citadas anteriormente ).

Os pais devem dar demonstrações inteligentes extremamente fortes para os seus filhos, tangendo asnos que por ventura cruzem os vossos caminhos!

Autor: Eduardo Gomes
Data: 26/03/2005


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com