Poesias

Quartetos            

4 Quartetos 000.013

Corre no peito,

O que mais consome,

O que aterroriza,

Não ser correspondido!

 

Versar a alegria,

Não posso!

Sou triste,

Sou poeta!

 

O bandolim calou-se,

Como um sonho que fenece,

Anunciando o fim,

Da segunda infância!

 

Vi teu nome no jornal,

Maculada,

Caluniada,

Surtei!

 

Autor: Eduardo Gomes
Data: 12/10/2004


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com