Poesias

Poetas Assassinados            

Soneto para Raul Seixas!

Sábio mentor de alternativas sociedades

Viveu pelo sonho

Da construção de um novo mundo.

Não se esqueceu um segundo

 

Da redenção de todos os humanos

Que te seguiram

E que te seguirão eternamente.

Sempre buscando no calor dos teus versos

 

A salvação inconstante ante a realidade mesquinha.

Novas verdades, novos valores, novos ideais,

Que projetem os desejos mais universais

 

Tão grandiosamente cantados por você; doce poeta.

Louco partidário do livre arbítrio

Menino devorado pela corrosão dos espíritos.   

 

Autor: Eduardo Gomes
Data: 20/07/2001


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com