Poesias

Confessionais            

Flores Carnais:

Busco a paz neste mundo hostil!

Busco a vida nestas fêmeas que caço!

Pois os nervos de aço febris,

Não existem, e isto é uma regra sem exceções.

 

As conturbações de pensamentos mil,

Degradam-me e me remetem ao cansaço.

Quando passo os olhos nestes fatos vis,

Enervo-me, não aceito estes passos.

 

Como posso viver sem pensar? Como posso pensar sem viver?

Ser um ser consciente do espaço,

É um traço que desgraça o ser.

 

Só consigo ver um futuro sombrio,

Por isso corro para as flores carnais,

Onde gozo o meu êxtase viril, onde oro nestes templos labiais.

Autor: Eduardo Gomes
Data: 27/09/2001


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com