Poesias

Capital Especulativo            

Capitalizando Imbecis!

Das frontes e das pontes desta batalha inglória,

Urge a história de nossas vias errantes!

Partidários dos metais que ante a massa insurgem-se,

Lutam por erários ante a, prevaricações carnais!

 

Nos anais da ignorância que os exasperam,

Vivem honorários dos artifícios involutivos!

Embriagados pelo coito cujo dinheiro resvala,

Em antítese desprovêem os raquíticos!

 

De malícias imbecis e capitalizações cegas,

Cedem as pregas para as regras do imponderável!

Calvário cujo inventário prediz parca sabedoria!

 

Alegorias das origens mais servis,

Da submissão da sapiência à intolerância,

Na ganância mesmo guardam a própria gala!

 

Autor: Eduardo Gomes
Data: 25/09/2001


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com