Poesias

Realistas            

Coexistência

Sonhei um dia com a paz, a paz para todos os povos,

Sonhei um dia com a luz, para iluminar todas as mentes,

Sonhei um dia com a comunhão, tornando todos os filhos irmãos,

Sendo a Terra, mãe e provedora.

 

Não quis sentir a dor do sofrimento alheio

No meio de tanta alienação

Não compreendi a falta de pão no meio

Sendo a fome o algoz da multidão.

 

Imaginei um mundo utópico; feliz no existir.

Sonhei com paragens exuberantes, paraísos terráqueos,

Para todos os povos, todos os irmãos,

 

Que desejam em uníssono a mesma condição,

De prazeres, alegrias, farturas e paixões,

De coexistência humanamente sólida; mas o tempo vence qualquer ilusão!

 

 

Autor: Eduardo Gomes
Data: 14/02/2002


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com