Poesias

Familiares            

Soneto para Luiza

Fruto maduro de um grande amor

És a marca profunda, do que um dia existiu.

Tu reténs no teu corpo, nossos sangues unidos,

Que compuseram tua vida, teu ser, teu calor.

 

Não por ser o teu pai, podes ter a certeza,

Vou te falar das virtudes e de tua grandeza.

És tão linda ma face, no corpo e no interior.

Teu raciocínio é tão forte, que me causas torpor.

 

Já tão jovem e menina, desconheces a inocência.

Tão pequena para mim, tão madura quando pensas.

Tu conténs o carinho, tu deténs nosso amor.

 

Que não posso deixar de dizer-te para sempre

Que mudastes minha vida, minha sina, meu amor.

Ao nascer sob o sol, sobre a terra, minha flor.     

 

Autor: Eduardo Gomes
Data: 23/07/2001


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com