Poesias

Personalidades            

Ana

O laço Verde dos teus olhos

Tantas vezes me traspassando...

Como um afago de puro amor

Num toque maternal de carinho

 

Num toque sexual de ardor

Tão meiga, empática e adorável...

Desta nos tirada tão bruscamente

Com a ira do ódio tão brutal

 

Da morte que tentou lhe ser correspondida no amor

Amargurada transfigurou-se no ser mais vil

Velado na própria essência

 

De todos que tentou consumir

E transformar no mais puro pó

Para a sua própria letargia.

 

Autor: Eduardo Gomes
Data: 18/03/2003


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com