Poesias

Don Giovanni            

Um Amor que Nunca Seca

Um amor que nunca seca

Uma lágrima que nunca morre

Um reflexo que nunca cede

Uma lucidez que nunca se resolve.

 

Qual poeta do martírio

Qual Jesus em Contrição

Qual amante do teu corpo

Qual mentor de uma imensidão

 

Paradisíaca, babilônica, pitoresca...

Para amar-te sempre forte

Provar de ti quando pecas

 

Provar de ti quando te comoves

E sentir no limiar da noite

Toda a delícia do teu gozo.

 

 

Autor: Eduardo Gomes
Data: 02/09/2002


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com