Poesias

Realistas            

Soneto à Amizade

Traços que nos unem

O amor que nos cabe

Entre nós não há ciúme

Entre nós só há bondade.

 

No entendimento de sentir

Um pelo outro

Fortes laços de amizade

No complemento de viver

 

Um com o outro

Alegrias, dissabores, igualdades...

Neste ato sublime de cumplicidade

 

Que condiciona nossos espíritos

A uma total identidade

Amando-nos e respeitando-nos.

 

 

 

Autor: Eduardo Gomes
Data: 02/09/2002


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com