Poesias

Poetas            

Milharal!

Gosto cada vez mais do que escrevo!

Sinto cada vez mais o que enxergo!

Trago uma pena sangrenta!

Trago uma pena de ferro!

 

O pássaro voou, onde foi?

Onde andará minha consciência?

No fundo de um Rio, quem sabe?

No fundo de um Mar, minha demência!

 

O pássaro veio estar comigo,

Sinto nas veias o seu abrigo,

Como alpiste com o pássaro...

 

Comemos milhos; enganamos o espantalho!

Ai que milharal divino!

Não vou comer sozinho!

Autor: Eduardo Gomes
Data: 30/08/2002


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com