Poesias

Poetas            

Deliciosa Intimidade!

Que prazer retiro dos teus versos?!

Como ouso gozar com as tuas palavras!

E nos meus controversos, verso e mais nada...

Que carne tenra e gostosa!

 

Que deliciosa intimidade!

De gozar em versos e prosas!

De amar a dualidade!

Do macho e da fêmea!

 

De suas cabeças errantes!

Dos cachos dos teus cabelos!

E da minha língua desconsertante!

 

Abra tuas palavras para mim,

E eu vou enterrar os meus versos,

Como gosto de dividir a teia contigo?!

Autor: Eduardo Gomes
Data: 30/08/2002


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com