Poesias

Poetas            

Vale do Esquecimento

Minha poesia é causticante

Minha poesia ecoa no vale

De um andarilho errante

Vale de uma verdade que vela

 

Tal qual água pura

Água de beber e matar a sede

Dos que tem fome de versos

Dos que tem ânsia de poesia

 

Divinizada na tua alegria

Vivificada no meu amor por ti

Que sempre versa no vale

 

Do esquecimento e do tempo passado

Mas que não passa no meu coração

Que não te tira da minh’alma.

 

 

Autor: Eduardo Gomes
Data: 02/09/2002


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com