Poesias

Realistas            

Todo Sangue

O mesmo caminho

A mesma poeira

Não muda nada

Todo pássaro faz seu ninho

 

O mesmo corpo

A mesma história

Não muda nada

Todo humano tem sua glória

 

A mesma espécie

A mesma evolução

A origem esta numa forte explosão

 

O mesmo rio

O mesmo ar

Todo sangue é o que há.

 

Autor: Eduardo Gomes
Data: 11/09/2002


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com