Poesias

Sensuais            

O Gozo

Agradeço ao fogo pela carne crua

Seiva divina, tua pele nua...

No clarão da noite

Nos lençóis macios.

 

Agradeço a Deus pelo teu cio

Fêmea e poetisa que me contagia

Numa sensação pontuda de alegria

Num desejo vivo de satisfação.

 

Na amplidão do espaço de tuas curvas

Que delícia, quanta ebulição...

De minha carne e anseios.

 

Beijo os teus seios, gózo de tesão...

Gózo em tuas malícias e carícias,

Gózo dentro de ti. 

 

Autor: Eduardo Gomes
Data: 05/09/2002


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com