Poesias

SOBRE O POETA            

Crítica Sobre o Soneto Crítica!

Soneto Crítica:

Com palavras construo, com palavras destruo.

Delicioso deleite que transita ardilosamente

No mundo das mentes, das almas e dos espíritos.

Que espreitam nos atos, nos ditos, aspectos e filosofias.

 

Temas para críticas e intempestivas fantasias.

Aniquilando tudo aquilo que não pertence ao teu ser

Perpetuando o instinto que nos condena a destruir

Reprovando com palavras, as palavras de outro ser.

 

Por ser fraqueza, não ser nobreza.

Não ter destreza, não ter poder.

De identificar no mundo exterior

 

De tudo que não lhe é espelho:

Virtudes, valores, beleza, sabedoria...

Por não saber ser autocrítico.    

Autor: Eduardo Gomes
Data: 24/07/2001

Crítica Sobre o Soneto Crítica!

Este é um texto que eu acho bastante interessante para o nosso dia a dia; Críticas.

 

Aqueles que buscam destacar-se acima da média, acima da linha da mediocridade, estarão indubitavelmente expostos às críticas e comentários maldosos.

 

Quem souber reverter essa situação a seu favor, contará com um forte estímulo impulsionando-o para frente, para a vitória.

 

Tal qual o jogador de futebol que ao ser vaiado e provocado pela torcida contrária, joga muito mais e leva seu time à vitória. O desejo de tapar a boca dos críticos, dos invejosos e maledicentes, faz nascer no homem uma força sobrenatural, uma vontade inabalável que o leva mais rápido à concretização de suas metas.

 

Com certeza grandes feitos foram executados desta forma, impérios foram erguidos impulsionados por comentários depreciativos ouvidos talvez na juventude, e que se alojaram nos subconscientes de determinadas pessoas, transformando-as em empreendedoras de grande sucesso.

 

Também chamados de "Apóstolos do infortúnio" os críticos de plantão torcem pelo seu fracasso e prevêem a sua derrota.

 

Não dê a eles o gostinho de ver suas previsões se concretizarem. Lute com raça e determinação. Tome os comentários como parâmetro, e reverta a situação em seu favor.

 

Seja sempre simpático, agradável e respeitador. Não guarde mágoas nem rancor de ninguém.

 

Interiormente você deve sentir-se grato aos derrotistas, pois eles na verdade estão prestando-lhe um grande favor incitando-o, provocando-o e mexendo com seus brios.

 

Os elogios, ao contrário podem torná-lo indolente, fazê-lo relaxar e baixar a guarda. Neste contexto, as críticas são mais valorosas. É uma questão de interpretação.

 

Se você quer se sentir estimulado sempre, prefira os críticos aos bajuladores.

 

O grande mal do ser humano é que a maioria prefere ser arruinada pelos elogios do que ser salva pelas críticas. Vença, não se permita outro resultado. Conquiste o seu espaço, lute pela concretização de seus sonhos e não deixe que nada atrapalhe sua trajetória.

 

No final, o vencedor sempre conquista o respeito e a admiração de todos.

 

E lembre-se: "Toda crítica é um elogio disfarçado!".

  

Por Reinaldo Gottino em 06/08/2001.

Autor: Eduardo Gomes
Data: 06/08/2001


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com