Poesias

Sensuais            

Balada dos Ventos

A balada dos ventos açoita tuas costas esguias

Na calada da noite espreito-te

Sinto teu cheiro perfume carmim

Sinto teu gosto no toque da boca.

 

Por entre os teus seios espalho-me

Provo do que me é só prazer

Delícia de fêmea

Sobreposta no leito

 

Do meu ser, do meu existir...

É impossível resistir-te

Não dá para não gostar

 

Do teu corpo e do que de ti vem

Da tua face

Do teu jeito de amar.

Autor: Eduardo Gomes
Data: 17/09/2002


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com