Poesias

Artistas            

Teatro Ocavongô ou Teatro de Ouvido ou Teatro Eduardo Gomes!

Arquitetura do teatro:

 

Uma espectadora para um intérprete...

 

Um espectador para uma intérprete...

 

Vários espectadores; para vários interpretes... Separadamente e simultaneamente...

 

Conteúdo Programático:

 

Recital de poesias, textos, piadas, músicas e etc... Diretamente interpretado no ouvido do espectador...

 

Poesias: Teus Olhos, Canyon, Vulcano, Shirlene Conceição, Morena, Capitalizando Imbecis, Vida Errante, Face, Vagina, Boceta, Tesão Vaginal, etc... 

 

Textos: O Ocaso do Pensamento, Time Sharring Division, O Andarilho, Arte, Mentira ou Dissimulação?, etc...

 

Piadas: Diversas...

 

Músicas: Diversas... Preferencialmente Românticas...

 

As faces devem estar coladas ou não em sentidos contrários, sendo que a boca do intérprete deve estar disposta junto ao ouvido do espectador...

 

O intérprete não pode ter mau hálito ( deve ter acabado de escovar os dentes ), não deve utilizar nenhum tipo de perfume ou qualquer odor que não seja o do corpo recém tomado banho, não deve utilizar desodorante ( utilizar o talco Cutizanol que é inodoro ).

 

A voz do intérprete deve ser adequada para o tipo de apresentação, deve ser suave, o tom tem de ser baixo e agradável, a voz deve ser melódica...

 

Em apresentações particulares o interprete poderá utilizar o que for ao gosto do espectador...

 

Locais de Apresentação:

 

Teatros físicos,

Ao ar livre,

Nos motéis,

Nos puteiros,

Nos restaurantes,... A dois!

Nos bares,... A dois!

Em qualquer lugar, em qualquer momento!   

 

As apresentações podem ser singulares ou mistas:

 

Singulares: Só poesias! Só músicas! Só piadas! Só textos! E etc...

 

Mistas: Um texto, uma piada, uma poesia, uma Música e etc...

 

Nota: Este teatro é evolucionista e aceita sugestões de outras cabeças pensantes...

Autor: Eduardo Gomes
Data: 12/04/2003


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com