Poesias

Don Giovanni            

Mesmo que Jamais te Tenha

Tão linda; quanto o sorriso de uma criança,

És tu!

Tão terna; quanto um sonho infantil,

És tu!

 

Mesmo que feneça sem teu toque

Vivo porque existes

Mesmo que desconheças meu amor por ti

Sintas que te amo

 

Tanto, Tanto, Tanto...

Que hora choro e me emociono

Só por lembrar-te

Condenado a tocar-te com palavras

 

Tento fugir de ti

Insisto na fuga

Pego-me contigo em sentimentos

 

Eternos como cristais de rocha

Mais quentes que o Sol

Calibrados “Para Ti”

Mesmo que jamais te tenhas...

Autor: Eduardo Gomes
Data: 08/04/2003


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com