Poesias

Sagradas            

Maria, Mãe de Jesus!

Santo Senhor, evoco-te!
Santa Maria, mãe de Jesus!
Mulher de fé!
Ventre sagrado,
Que legou ao mundo,  um parto tão divinal,
Quanto todos os outros do passado e do porvir...

 

O feto mais carnal, forte, sensual, amável, dócil, meigo, terno e brilhante!
A alma mais elevada!
Que os teus seios agradaram, amamentaram e amam...

De um amor interior, terno e profundo,

Dedicado à humanidade!
Dedicado a tudo e a todos, criações divinas de Deus...


Criações imaculadas, sacro santas,
Para servir à humanidade na Terra, no Paraíso,

No Universo, Natureza, Animais, Plantas, Seres Humanos, Minerais...

Todos os Elementos Químicos!
Todos os Elementos Físicos!
Tabelados por teu amor,
À sorte de nossa Sociedade, Humana!

 

Caríssima Maria, rogo-te!
Plantai nas Mentes Humanas,
Os louros da caridade, do humanismo, da generosidade, da bondade,
Da piedade, da tolerância, do perdão...
Enfim de todos, em virtudes...

 

Santíssima Maria,
Legai aos vossos filhos, todo o teu amor maternal,
Que nos gerou Jesus, só amor, fruto do teu amor.
Na comunhão perfeita com Deus,

Da condição sofrida e desumana porque passa a humanidade.

Pura de alma; livrai-nos de todo o mal.
E fazei de nossa amada Terra, parte do nosso paraíso celestial,
Trazendo redenção para todos os filhos da Evolução,
Legada por Deus, como mecanismo de enriquecimento carnal e espiritual.

 

Santa Madre, tua pureza na tua relação espiritual de amor com São José.
Frutificou no vosso ventre,
Nosso Menino Jesus!

E não poderemos jamais, esquecermo-nos.
De que se ele é o filho de Deus!
Você é a sua Santíssima Mãe!!!...

 

Amém...

 

Autor: Eduardo Gomes
Data: 08/04/2003


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com