Poesias

Confessionais            

Justificando a Minha Contratação

Tantas vezes traído na vida, desde cedo, mas isto não legou a mim desejos de vingança ou traição ( por muitas vezes apenas me defendi durante a minha vida pessoal e profissional utilizando-me de estratégia, manipulação e dissimulação com o objetivo de sobreviver ).

 

Não tenho nenhuma mágoa ou ressentimento de quem quer que seja, de adversários do passado, do presente e do futuro ( Que venham! ) ou de supostos inimigos pois não os considero assim. Aprendi que esta vida é um grande jogo ( onde vence quem conseguir dar as melhores respostas ( Pamponet) ), as regras estão velhas, compreendo-as e quero traduzir para os senhores meus sentimentos e um novo conjunto de regras, para o novo jogo da vida, as quais, considero muito mais inteligentes, afinal ninguém sai vivo desta vida mesmo e nem leva nada para o túmulo. O que se leva dessa vida é a vida que se leva.

 

Amo vocês, adversários parceiros amigos, acima de tudo, por todas as tentativas de assassinato intelectual ( desafios afortunadíssimos ) que sofri na vida e que ainda sofrerei... Adoro o jogo intelectual da vida, adoro dar sempre cheques mates e isto sempre fiz com perfeição.

 

Quero vos desafiar para novos desafios e o primeiro que vos faço é o seguinte: Aceitem a minha contratação sem medo para trabalhar em vossa equipe, contribuindo para o crescimento astronômico de nossos empreendimentos. Faço um juramento e dou a minha palavra de honra ( tem valor ) ao qual ofereço a minha vida se vos trair sem Ter sido traído previamente.

 

Sou multifacetado, honesto, não desejo o que é de outrem, mas desejo para o nosso grupo, desejo agregar ao grupo novos negócios, novos estados, novos empreendimentos, novos recursos, utilizando de estratégia e sabedoria. Como pagamento, pelos meus serviços, desejo o suficiente para uma vida livre e que me permita amar as mulheres que eu desejar quando eu quiser.

 

Como gosto de amor e como gosto de amar gostaria de trabalhar também junto à mulheres ( que me escolham e me desejem e que eu as escolha e deseje)  pois ficaria extremamente feliz e realizado em prestar este serviço. Considero-me um excelente reprodutor na medida em que possuo um cérebro com QI muito acima da normalidade. Meus filhos poderiam atender aos desejos maternais de muitas mulheres e seriam também excelentes membros para a nossa equipe.

 

Novamente quero salientar que não lhes tenho mágoa pelas tentativas de assassinato que sofri, agora como vocês sabem e me conhecem sou extremamente autêntico e educativo. Sou um educador questionador e agora vos chamo a atenção para a incomensurável imbecilidade desta regra ( estratégia ) ( Assassinar seres inteligentes?! ). Compreendo que esta regra advém de mentes militares, policiais e políticas de curtíssimo alcance e que com certeza se tratam dum bando de imbecis.

 

Não devemos construir um mundo burro e imbecil para que mantenhamo-lo facilmente sob nossa dominação. Devemos construir um mundo, dentro das verdades já descobertas: inteligente, sábio de sábios e bem informado para o nosso deleite e evolução e para que a dominação seja eterna. Na nossa nova estrutura gerencial de poder não poderá haver paternalismo e nem transmissão familiar de poder. O poder passará para as mãos de membros de uma equipe de ultra-inteligentes de todas as etnias que se reservarão no poder.

 

Este é o único meio de perpetuarem nosso trabalho o dando continuidade e eternidade.

 

Ratifico o meu desafio: Se os trair sem Ter sido traído, pagarei com a morte...

Estou pronto para o trabalho...

Autor: Eduardo Gomes
Data: 15/04/2003


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com