Poesias

Realistas            

Criança!

Na infância encontram-se os primos sonhos,

Porque ser infantil?

Porque fugir dos primeiros desejos,

Dos primeiros prazeres, aprendizados?

 

Porque não recordar as primeiras professorinhas?

O coelhinho da páscoa,

Os ovos escondidos no parque,

A coleguinha de sala,

 

Maria Estela teus olhinhos verdes,

Lucky não posso esquecer de ti...

O amor à mãe, o maternal.

 

A idolatria ao pai, ao herói...

Para que ser adulto?

Para quem quer ser eternamente criança.

Autor: Eduardo Gomes
Data: 15/02/2003


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com