Poesias

Familiares            

E a Nave Vai

Sinto-te tanto, neste momento,

Como música suave,

Em meus ouvidos,

Como melodia amena,

 

Apaziguando minh’alma,

Que voou para longe de ti,

Longe da nossa família,

Movida pelo destino,

 

Que nos conduz, por caminhos,

Os mais diversos,

Reversos de desejos,

 

Puros, ternos, complacentes,

Contigo condescendentes,

Conosco convidativos...

 

Autor: Eduardo Gomes
Data: 08/03/2003


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com