Poesias

Surrealistas            

A Burning City

Queimar uma cidade por um poema,

Donde vão as raias de minha criação!

Eu, um Deus imortal,

Superior criatura...

 

Sensível, poético, músico,

Um artista do olimpo,

Não compreendido pela plebe miserável,

Bruta, grotesca, detestável...

 

Eu em minha missão titânica,

De reinventar a arte,

Forjar nova face à poesia...

 

Compondo versos jamais imaginados,

Nesta doce lira,

Dignos de mim mesmo!  

Autor: Eduardo Gomes
Data: 11/02/2003


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com