Poesias

Bizarros Sinistros            

Paranoia!

Lúcifer meu algoz!

Feroz! Feroz! Algoz!

Não posso, dele, fugir?

Serei morto? Elixir!

 

Estou com um punhal na garganta!

Sinto o sabor do sangue,

Na minha língua portuguesa!

Gerada por meus dentes caninos...

 

Maquiavélica em sua quinta essência com certeza!

Diabólica! Diabólica! Estrambólica!

Sábias palavras!

 

Apunhalando qual sabres...

Todas as almas;

Nativivas natimortas!

 

Autor: Eduardo Gomes
Data: 02/04/2012


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com