Poesias

Surrealistas            

Omini Lupus Omini!!!

Parece batido, mas vou dizer por quê!!!

Não há predador?

Só os que o decompõe!

O roedor, a barata, o verme e o antropófago...

 

Ditando as regras do destino? Pobre menino!

Intervêm nas regras rédeas da Natureza!

Bestialidade pura com certeza!

Animalidade antropocêntrica... 

 

Ignobilmente gerada numa barriga teísta!

Duma besta ética, moralista e tradicionalista.

Parto de cócoras no meio da mais pura tecnologia...

 

Ave Maria relegada ao leu da razão...

Crístico partido e exaurido...

Flor de lótus na Cruz!!!

 

Autor: Eduardo Gomes
Data: 21/03/2014


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com