Poesias

Confessionais            

Nasci deste Jeito!

Concentrado no sopro visceral...

Armado na botija...

Calado no toque sensual...

Da boceta quando mija...

 

Um astuto, um louco...

Um quadrúpede, um porco...

Que não serve à mesa...

Que enjeita a pobreza...

 

Que adora amar e ser amado...

Que aflora trepar no cerrado...

Que não perde uma disputa...

 

Apaixonando-se por qualquer puta...

E que foge de Zeus...

Como o Diabo da Cruz...

 

Autor: Eduardo Gomes
Data: 22/08/2012


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com