Poesias

Poetas            

Mercado do Peixe!

Venda teu peixe,
Antes que ele feda,
Porque já vendi,
O meu!

Demonstre tua Grã sabedoria,
Mesmo que não contenha tuberculose e blenorragia!
Aceite tua idade,
É, do tempo, a perversidade!

Componha teus versos de merda,
De então releia-os,
Não chores!!! Pena lerda!

Não és medíocre para muitos,
teus versos são belos, às massas,
Para pouquíssimos, umas desgraças!!!

Autor: Eduardo Gomes
Data: 17/11/2005


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com