Poesias

Personalidades            

Bom Bom demais para ser verdade!

Bom bom demais para ser verdade!
Mata-me a sede de amor, de amar-te!
No toque suave de tuas curvas aos meus lábios!
As marquinhas mais do que perfeitas do teu biquíni!

Sobre tua macia e deliciosa pele,
Sobre teus pelos, gostosos,
Provo do néctar que emana de tuas entre-pernas,
Provendo-me sabores alucinógenos, inimagináveis!

E eu cativo do teu sorriso, na hora do teu gozo,
Fico extremamente feliz ao ver o gozo no teu olhar,
Na minha tua língua de pêssego,

Tua nos nossos momentos sublimes de amor e de amar,
Doces, ardorosos,  salgados, calorosos, inflamados, inebriantes,
Cativantes como teus seios, os mais lindos que já conheci!

 

Autor: Eduardo Gomes
Data: 22/04/2005


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com