Poesias

Contos Infanto-juvenis            

De Uba Gomes para seu Ascendente!

Eu te lego esta clava, com a qual cassei,
Dentes de sabre, mamutes, mastodontes e etc...
Eu te entrego estas carcaças ruídas,
Que nos caminhos de minha vida, as recolhi,

Para saciar a fome de Aba, Eba e Ubinha Gomes!
Eu te entrego esta carniça, herança ancestral,
Para que casses, persigas e mate, solitária mente!
Eu te entrego, pronta esta caverna,

Para que tenhas abrigos e coloques teus sonhos,
Tuas impressões, tuas interpretações da vida, nas paredes!
Eu te entrego a fonte do teu leite da vida, para que tua prole gloriosa a seja,
Para que sempre a vejas sorrir!

Eu te ofereço este espelho d’água místico, para que percebas os mistérios do universo,
Para que nunca percas a gana de tentar desvenda-los!
Eu te ofereço estas 31 fêmeas ( Aba, Eba, Ubiana, Maba, Tiba, Teba, Caia, Ria..... )
Mas prometas-me jamais as decepcione, só as faça chorar de emoção com teus cantos!

Eu te ofereço esta linguagem, para que possas evoluir e crescer evoluindo-a!
Ela tem um conjunto ótimo de símbolos que são como sangue fresco, fortificam-nos!
Eu te ofereço estes ritos funerais de passagem,
Para que mesmo o sendo, jamais se sinta superior à ninguém!

Eu te ofereço estas estratégias canibalescas de caça, combatamos d’outras tribos,
Para que não te esqueças jamais, que sempre haverão inimigos, tentando devorá-lo!
Eu te ofereço estes ritos sexuais, carnes, carcaças, carniças, sangues e frutas,
Para que poças, qual bravo, saciar tua fome sexual, e entrar para cadeia evolutiva!

Eu te ofereço a postergação de tua morte, pela seta, tuas matrizes, teus matizes,
Na progenição de teus ascendentes, para que teus genes não sequem!
Eu te ofereço estes vermes, estas baratas, hienas, ratos, antropóides, cachorros, lobos, macacos, para que tu sintas esperança, e não saias jamais, da cadeia alimentar!    

 

Autor: Eduardo Gomes
Data: 13/04/2005


 
 

Categorias Poéticas:


Eduardo Gomes          Tel.: 55 - 71 - 98148.6350     Email: ebgomes11@hotmail.com